fbpx

Seu filho NÃO te ESCUTA?

Filho não escuta

Há momentos em que temos a impressão de que nossos filhos nunca nos escutam. Por isso, veja essa estratégia para lhe ajudar a enfrentar esse desafio.

Oi mamães!

Hoje nós iremos conversar sobre um assunto bastante interessante e melhor ainda, que vai te ajudar em algumas situações que você vive no dia a dia com seu o seu filho.

Sabe aquela situação onde você parece que fala, fala e fala novamente e parece não ser ouvida? Essa situação faz parte da sua vida? Se sim, quero te fazer um convite bem legal. 

Pare tudo o que estiver fazendo e por um momento pense naquela hora em que você está falando ou pedindo algo para o seu filho. Será que o jeito que você está falando, está sendo bem claro para ele? Você percebe se ele está entendendo?

Às vezes, na correria do dia a dia , nós acabamos falando de qualquer jeito ou às vezes, falamos muito e não dizemos nada. Não é verdade?

Foi pensando nisso que preparei um jeito bem legal de você comunicar o que você deseja para o seu filho. Com essa dica, aqueles momentos de enrolação para o banho ou o não para fazer tarefas escolares, irão diminuir bastante.

Vamos aprender?

Vamos pensar que seu filho está com um copo de vidro na mão que não era para ele estar mexendo. Nesse caso, você terá que agir… 

Em primeiro momento, diga a ele o que deve fazer. Por exemplo: “não pegue o copo de vidro” – esta é a ação que você não quer que ele faça. Em seguida, explique rapidamente o motivo: “porque pode quebrar” – mostre as consequências dessa atitude, ou seja, o que pode acontecer, como por exemplo: “você pode se machucar”. Por último, apresente uma alternativa: “você pode pegar aquele copo de plástico da gaveta”.

Você disse o que não era para fazer, explicou porque, mostrou o que poderia acontecer e deu uma outra opção.

Ao estabelecer esse tipo de comunicação, você perceberá que seu filho compreenderá melhor o que é para ser feito e a tendência é que ele siga. Assim, você irá evitar de ficar o tempo todo falando que “não é para fazer isso!” ou “eu já não falei!” ou  “você não escuta!”.

Se mesmo com essa alternativa seu filho não atender ao comando, se tiver uma idade menor, entre 3 e 4 anos, pode-se fazer a troca do objeto você mesma.

Agora, se for uma criança maiorzinha, chame-a pelo nome, olhe sério para ela, de preferência abaixe na altura dela e dê o comando novamente, acrescentando as consequências que ela terá.

Essa é uma das técnicas de educação positiva que tem dado muito certo na vida de muitas famílias.

Se se seu filho aprender a seguir comandos e regras ele terá um favorecimento em seu processo de aprendizagem.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Categorias
Bio

Profª Esp. Valéria Gomes Ramos

Profª Esp. Valéria Gomes Ramos foi aluna do curso de Formação de Docentes, graduada em Pedagogia, especialista em Psicopedagogia Institucional e Clínica e Aconselhamento Cristão Contemporâneo. Possui formação nas áreas que envolvem autismo, especialmente o ABA, cuidado da família, equipe motivada e educação especial. Valéria apresenta experiência há mais de sete anos na área de educação com os mais diversos públicos, atuando diretamente na orientação de pais e professores, técnicas motivacionais e superação de dificuldades de aprendizagem.

Fale Comigo